quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

Amarelinho

Segunda aula de Medicina Interna com aquele professor no departamento
O professor não pára de olhar para mim assim fixamente, quando até tem mais cinco marmanjos para olhar.
Fico a pensar "Ou tenho alguma merda na cara ou devo ser mesmo gira".

Ao terminar a aula, ele pede-me para ir ao gabinete dele, coisa que fiz acompanhada por uma colega.

Ele pergunta-me se tenho algum problema de saúde ao qual eu respondo que acho que não. 
Diz-me ele inocentemente e envergonhado:
"Ah, é que tens os olhos muito amarelos... tens algum problema de fígado ou coisa assim?"
"Não, Dr.. Os meus olhos são MESMO castanhos a fugir par
a o amarelo. E ficam mesmo muito claros em dias ensolarados ou perto de ambientes claros, como os com neve"



A minha colega ainda não parou de mandar piadas. 

4 impressões:

Lia disse...

Eu pensava que os problemas do figado se detectavam ali, naquela zona branquela do olho, e não propriamente na cor da iris.

Alima das Cartas disse...

Sim, é na esclera (parte branca) que se detecta se a pessoa tem ou não icterícia. Mas os meus olhos são de cor castanha a fugir para o amarelo e há por vezes dificuldade em saber onde a esclera acaba e a íris começa

Luna disse...

São tão giros :o

Luna disse...

São tão giros :o

Enviar um comentário