sexta-feira, 25 de abril de 2014

Road trip

Grupo de Portugueses Porta da Faculdade, véspera de férias da Pascoa.
Português 1- Deveríamos passar a Quinta Feira de Páscoa à Roménia
Português 2 e Eu- E era.... Boa ideia!
Eu: - Precisamos de carro... e até acho que sei quem alinha em nos levar lá...
Português 1 e 2: - Quem, quem, quem?
Eu: - O meu amigo H. Ele queixa-se que anda muito sozinho e gosta de viajar acompanhado... E  convinha que fossemos no carro dele porque os rent a car se for para fazer a viagem de volta pela Ucrânia, não dão toda a documentação necessária para cruzar a fronteira. 
Português 1: - Achas que ele alinha em me levar?
Eu: - Concerteza que sim. Se pedir com jeitinho ele não resiste.
Português 2: - E a mim?
Eu:- Não creio que haja problema. 
Português 2:- Não te esqueças que vou levar uma pessoa.

Alima sabe perfeitamente que a pessoa será o seu namorado. Português 2 é homem. E o namorado também.

Português 4: - Pena que não possa ir porque não tenho passaporte... Olha lá Alima, o H. é aquele teu amigo que tem grandes tiques de bichona?

Português 1, 4 e Alima sem quererem olham para o Português 2 que pareceu ligeiramente desconfortável. 

Alima:.-Tem tiques de bichona e tem carro que é o que precisamos. (E pode ser que seja desta que saia do armário. E espero que não stresse por ter mais duas no mesmo carro, pensei)

Português 1 (que é gaja) para Alima ao ouvido: - Quer dizer que vamos cinco matrafonas num carro para a Roménia. Isto vai ser lindo.
Alima: - Hummmmm, sim! Ao menos naquele carro todos gostaremos do mesmo: machos. A diferença é que três das matrafonas têm pilas. 
Português 1 saca do telemóvel e faz uns cálculos: -60%  do carro com florzinhas...
Alima: -50%! Uma delas é uma florzinha ainda por desabrochar!


Final do jantar, Alima vai ao quarto do H:
- Ouvi dizer que queres dar uma volta nas férias comigo... Que achas da Roménia?
H:  - YES, YES, YES!
Alima: - A português 1 gostaria vir connosco...
H: - YES, YES, YES! Muito simpática ela...
Alima: - E o português 2 também....
H:- YES, YES, YE... Quem é o português 2 mesmo?
Alima: - Então não o conheces? Um rapaz bem bonito, sempre bem vestido, muito cheiroso... Excelente pessoa...
H: - Sendo assim, YES, YES, YES!
Alima: - E ele gostaria de levar o flatmate...
H:- Vamos cinco pessoas no carro, mas acho que dá... YES!

Alima explica o que pretende fazer para programar a viagem... e acrescenta:
-Espero que não te incomodes que o flatmate seja o parceiro dele...
H: - Como assim parceiro?????
Alima: - Tu sabes... juntos, entendes? Se os vires a darem beijocas ou estarem de mãos dadas não quero que tu....
H: NO, NO, NO, NO! Não posso. A minha religião (muçulmana) não permite essas coisas. E não é só a religião... Eu não quero me misturar com esse tipo de gente.  Disgusting! Ou eles ficam ou não vai ninguém, espero que tu entendas. Por isso NÃO!

Alima (parva com aquela reacção e já quase ): - Não entendo mesmo nada, mas respeito como é óbvio. Da mesma forma que os respeito a eles, apesar de também não os entender muito bem. E posso não os entender mas sei que são excelente pessoas e acima de mais muito corajosas por se terem assumido, ao contrário de certos homens que eu conheço que não têm coragem para tanto. E não te preocupes porque eles não iriam violar nem a mim nem a Português 1 e provavelmente nem a ti porque não és assim tão bonitinho para o bico deles. Portanto, desculpa lá por te ter incomodado, prometo que não te peço nada mais que ache que te deixe disgusting... E aliás, não esperes que vá viajar só contigo. Acho demasiado enfadonho, daí ter proposto um grupo porreiro. 

H., muito insultado por os ter defendido, e se calhar ofendido com a boca sobre a falta de coragem de certos homens não se assumirem ou porque lhe disse que não era assim tão bonitinho, pede-me para sair do quarto dele. 

Mais tarde, no skype comento com o português 1 e 2 sobre isto. Expliquei que o H. não se sentiria confortável com o relacionamento do Português 2 e do companheiro. Expliquei aquele negócio de que ele é cego pela religião, o que não é mentira. Mas o Português 2 não é burro.
Diz-me ele numa atitude muito cavalheiresca:

- Não sei o que odeio mais nisto... se é o facto de termos que viajar para outro sitio porque as companhias de rent a car metem entraves se queremos cruzar a fronteira para a Roménia se é o facto de saber que andam para aí bichas que não sabem que são bichas e são muito mais preconceituosas que os heteros. 

0 impressões:

Enviar um comentário