quinta-feira, 23 de janeiro de 2014

Sobre os arranjinhos...

Ontem finalmente marquei um café com o primo de uma amiga minha, assim no modo blind date. Não, não ando à procura da minha cara metade. Mas se há coisa que tenho a certeza é que enquanto não se conhece a pessoa certa, vai-se conhecendo as erradas. Nunca lhe tinha visto a cara. Não tem facebook ou linkedin ou coisa do gênero. Ou seja, iria entrar num café e deduzir se aquele gajo era o tal do date.

Entrei num café que estava bastante cheio. Encontrei-o sozinho numa mesa no canto a ler o jornal. Dirigi-me a ele e perguntei-lhe se era o irmão da M. o que ele confirmou.
Sentei-me no lugar em frente ao dele...


A parte divertida de tais dates é essencialmente descobrir qual é o defeito do outro. Eu apenas sabia que ele era da minha idade e prima da M.. E pouco sei sobre a vida da M. e da família dela. Sei o que ela faz e onde passa férias e thats all about it . E ele sabia um pouco mais de mim porque andou a cuscar-me nas redes sociais.


E pronto, o encontro foi muito agradável. Falou-se de livros, de viagens, do trabalho dele... e de um tema a que tenho amor e ódio: religião. Sim, porque ele é ex seminarista, ex candidato a padre, licenciado em Teologia e professor de Educação Moral! Quando lhe perguntei em que circunstância da vida ele tomou a decisão de ser padre, ele respondeu-me que gostaria imenso de ser missionário em África, ajudar pretinhos bla bla bla. Quando lhe perguntei o que fez desistir da ideia, respondeu-me que o celibatário era uma coisa lixada.
E pronto, ele foi bastante pouco celibatário quando me roubou um beijo ao som do Oceano Pacífico no meu carro, porque dei-lhe boleia até ao carro dele. E deu-me outro e outro beijo. E então eu lhe disse que tinha que me ir embora, pediu-me para outro encontro o qual educadamente declinei explicando que o problema sou eu, não ele.


Chegando a casa, enquanto os portões da garagem abriam e não abriam (maldita humidade!), liguei ao P.

P: Que mania tu tens de me ligar quando estou a f****!
Alima: Olha, acabei de ser beijada por um prof. de Moral, ex seminarista, ex candidato a padre! E olha que ele estava numa de muito mais... Achas isto normal????


E pronto... Só ouvi gargalhadas do P. no outro lado da linha até que desliguei a chamada...

Hoje de manhã o P. mandou uma sms a convidar-me para ir lanchar com ele Orelhas de Abade... ou delicias de Frei João!

Estúpido! Mil vezes estúpido...

0 impressões:

Enviar um comentário