quinta-feira, 7 de novembro de 2013

Daqueles indivíduos que parecem que têm sete vidas

Homem, na casa dos 60-70 anos foi admitido no serviço de cirurgia para ser submetido a uma colescistectomia. O professor pediu-nos para que fizéssemos a admissão ao paciente com tudo a que ele tem direito: entrevista e exame físico.

Bem, não me vou  dar como é óbvio a grandes pormenores. Mas para mim este sujeito é o rei das maleitas. E um rei a escapar à morte. Senão vejamos:
- Foi piloto da força aérea na década de 70 e enquanto pilotava o seu F qualquer coisa sofre um acidente. Resultado: um pulso partido apenas.
- Cancro de língua (com radioterapia), extracção dos dentes e desaparecimento das glândulas salivares.
- Tumor nas adenoides;
- Cancro de tiróide
- Quatro enfartes de miocárdio, com direito a colocação de stents;
- Hipertrofia prostática
- Pancreatite que culminou numa peritonite (Resultado 3 dias em coma, 2 meses hospitalizado)
- Obstrução intestinal


Para não dizer que ele é hipertenso e diabético.

E quando ele relatava a sua história, todos nós ficamos completamente aparvalhados. Quem olhasse para ele, via nele um homem comum como qualquer outro homem. Um homem com uma postura descontraída, com alguns cabelos brancos, óculos e jornal na mão. Nunca um individuo que parece que teve alguns dos problemas de saúde mais letais.

Lembrei-me logo daquela anedota (sem piada nenhuma) do miúdo tetraplégico, todo penteado, que lança piropos na rua. E que uma mulher muito ofendida diz-lhe para parar de lançar piropos porque Deus podia castiga-lo. Ao que o miúdo lhe diz :"como? só se me despentear!"

Na mesma noite sonhei com o senhor. Sonhei que ele estava num avião e que o avião se despenhava. Ele sai ileso e ainda tem o cuidado de sacudir o pó da roupa. Impecável....


PS. E neste Natal, quando a minha tia desbobinar à mesa a quantidade de cirurgias que fez e da quantidade de médicos, naturopatas e fisioterapeutas que visitou, vou-lhe fazer ver que uma merdinha de cirurgia ao túnel carpal é coisa de meninas.

1 impressões:

Joaninha disse...

Há pessoas com uma coragem realmente admirável...

Enviar um comentário