quarta-feira, 18 de setembro de 2013

Julho de 2013

Paro o carro em frente à capela mortuária da aldeia-natal da mãe.
Mesmo em frente à capela, está um busto em bronze do padre da freguesia para celebrar os quarenta e tais anos como pároco naquela freguesia.
Diz a minha mãe:

- Hum... o padre já tem direito a estátua... E olha que está bem bronzeada.

Digo-lhe:
- Deve ser humilhante estar vivo e ter uma estátua em praça pública...

- Não digas disparates, Alima... o homem até merece...- responde a mãe em tom de zangado.

Respondo-lhe: 
- Não deve ser fácil estar vivo, ter uma estátua e ver os pássaros a cagar-lhe em cima... 

Ok... vou para o Inferno...

1 impressões:

capitão disse...

Se calhar o... o homem até merece!

Enviar um comentário