quinta-feira, 13 de junho de 2013

Querida Ana

És uma das boas amigas que ainda me restam desde o Secundário. 
Não éramos propriamente grandes amigas, mas tínhamos uma boa relação.
No entanto mantivemos sempre em contacto. Tomamos regularmente cafés, és um elemento do meu grupo de amigos.
Mas temos de admitir uma coisa: sempre deixaste tudo pela metade. Desististe de fazer o 12º ano comigo porque entraste numa espécie de depressão, e depois disso repetiste mais duas vezes o 12º ano não porque chumbaste mas porque querias fazer melhorias. O teu curso-objectivo era muito alto. E quando mais tarde soube que não tinhas entrado, senti-me triste por ti.

E senti-me triste quando me dizias que não estavas a gostar do curso que estavas a tirar. Dei-te apoio moral para que o acabasses pelo menos, porque estavas a atrasar demasiado a tua vida. Tu que és mais velha que eu um ano (e também muito mais inteligente e melhor aluna que eu!) estavas a adiar mais e mais a tua vida. Pensavas em transferência para outro curso (que não conseguiste) e lá a muito custo acabaste o curso que tinhas entrado inicialmente.

Quando te convidei para lanchar há dois anos, tinhas acabado finalmente o curso. Incentivei-te a mandar curriculos para tudo que era um possível local de trabalho. Disseste-me que não querias trabalhar naquilo. Que provavelmente querias ser advogada. E que irias concorrer como licenciada para Direito. E não entraste. Então voltaste a fazer os exames nacionais porque afinal querias ser tradutora. E claro, no ano seguinte entraste no curso que querias. E quando te liguei dois meses mais tarde para saber como estava a decorrer o curso, disseste-me que tinhas desistido. Que afinal irias pegar no teu diploma e fazer uso dele...
A palavra que associo a ti, foi uma palavra que aprendemos quando lemos Os Maias: diletantista- aquele que tem muitas ideias e muitos projectos e que acaba por nunca os levar adiante. 

Durante este último mês temos falado quase todos os dias. Tudo porque estou a fazer os possíveis para que não desistas do que estás a fazer agora. A vida é uma aventura. E as aventuras trazem sempre sabedoria. O que estás a fazer agora, fiz eu há muitos anos atrás, com menos idade que tu. 
Peço-te querida Ana, não desistas. Aproveita o que estás a fazer. Não reclames. O teu quarto pode ser minúsculo e os teus colegas de casa que os conheces há uns dias podem ser canalha comparando contigo, mas tens de ver que está mais que na altura de pegares nas asas que tens e voar... Sair de Portugal deve ser sempre para ti uma experiência positiva. Afinal Portugal tornou-se um país de velhos e sem oportunidades.

Eu sei que tenho sido uma chata. Que te estou a perguntar todos os dias como corre o trabalho. Que te pergunta como vais de amores. Se tens visto coisas giras. Se tens aprendido. Que te orienta a como fugir às chatices de viver com um grupo de portugueses com quem ainda não tens laços...
Ontem disseste que eu estava a ser uma boa amiga porque estou a tentar levantar o teu astral... Eu não sou uma boa amiga para ninguém (e não sou amiga de mim própria), mas só quero que aprendas que o adiar as coisas não te leva a lado nenhum.  Não terás para sempre o colo dos teus pais. Alguém tem que abanar. Claro que os teus pais já têm saudades tuas, mas tu precisas de crescer... Estás demasiado dependente das tuas raízes. E todas as raízes envelhecem e apodrecem. E ao apodrecerem perdes as chances de ter bons frutos.

Peço-te querida Ana, não desistas... Luta, esforça-te, não te deixes ir abaixo. Aprende a gostar do que estás a fazer. Aprende a chegar ao trabalho com um sorriso nos lábios e a estender-te na cama à noite a pensar que fizeste tudo como deverias ter feito. Como dizia o Miguel Torga Numa aventura o que importa é partir e não o chegar. 

Quero orgulhar-me de ti da mesma forma que tu te orgulhas de mim...

Um beijo tão grande quanto a distância que nos separa,

Alima

3 impressões:

Gonçalo disse...

Essa miúda deve ser do signo Peixes. Manda um beijinho meu e coragem para lutar pelos seus sonhos mesmo com dificuldades que amadurecem. Beijinho também para ti :)

Alima das Cartas disse...

na verdade ela é Leão...

Gonçalo disse...

Também lhe dará jeito para conquistar o mundo...

Enviar um comentário